27-11-2017

FPSO Pioneiro de Libra produz o seu primeiro óleo

Marco na produção de óleo no Bloco de Libra, plataforma possui capacidade de produção de 50 mil barris de óleo por dia 

Rio de Janeiro, 27 de novembro – O FPSO Pioneiro de Libra produziu no dia 26 de novembro o primeiro óleo no bloco de Libra, uma das maiores jazidas em águas profundas brasileiras.  A embarcação é de propriedade da joint venture 50/50 formada pela Odebrecht Óleo e Gás (OOG) e a Teekay Offshore Partners L.P. (Teekay Offshore).

O bloco de Libra está localizado em águas ultraprofundas na Bacia de Santos, a cerca de 180 quilômetros da costa do Rio de Janeiro, de acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP).

O FPSO Pioneiro de Libra é afretado e operado pela joint venture OOGTK e é responsável por realizar Testes de Longa Duração no Bloco de Libra. O FPSO poderá operar nos próximos doze anos a serviço do consórcio formado pelas empresas Petrobras (Operadora, com 40%), Total (20%), Shell (20%), CNPC (10%) e CNOOC Limited (10%), tendo como gestora do Contrato de Partilha de Produção a Pré-Sal Petróleo S.A. (PPSA).

A unidade poderá atuar em lâmina d’água de até 2.400 metros de profundidade, terá capacidade de produção de 50 mil barris de óleo por dia, e de compressão e reinjeção de gás num volume total de 4 MM m3 /dia. A OOGTK terá aproximadamente 70 trabalhadores embarcados.

“Esse é um momento histórico para o país e para a Odebrecht Óleo e Gás que entregou esse FPSO, construído em parceria com a Teekay, em prazo alinhado com um benchmark de mercado mundial e com altíssima qualidade. Assim, a OOG se consolida como uma sólida empresa prestadora de serviços com base em excelência, rigidez financeira, forte estrutura de capital e com alta qualidade técnica”, afirma Jorge Mitidieri, Diretor Superintendente de Serviços Integrados da Odebrecht Óleo e Gás.

Desde o batismo do FPSO, realizado em dezembro de 2016 no estaleiro Jurong, em Singapura – onde foi construído -, a embarcação passou por testes de comissionamento e de mar. Após a chegada ao Brasil, a plataforma foi submetida a processos de aprovação de entidades e órgãos fiscalizadores e Petrobras, operadora do Consórcio.

Os contratos de afretamento e operação do FPSO Pioneiro de Libra foram celebrados em outubro de 2014, entre a OOGTK e a Petrobras, operadora do consórcio. A construção do navio foi iniciada ao final do mesmo ano, em Singapura. No ano seguinte, a joint venture formalizou o contrato de financiamento com bancos internacionais para a construção da embarcação.

Dados técnicos do FPSO Pioneiro de Libra:

O FPSO (Floating Production Storage and Offloading) é um tipo de navio utilizado pela indústria petrolífera para a produção, armazenamento de petróleo e/ou gás natural e escoamento da produção por navios cisterna (petroleiros).  São empregados em locais de produção distantes da costa com inviabilidade de ligação por oleodutos ou gasodutos. 

Operação: 12 anos - Testes de Longa Duração no Bloco de Libra 

Local de operação: Bacia de Santos 

Capacidade de produção: 50.000 barris de óleo/dia e compressão e reinjeção de 4,000,000 Sm3/dia de gás associado

Profundidade para operação: Lâmina d´água de até 2.400 metros

Sobre a Teekay Offshore Partners L.P

A Teekay Offshore Partners L.P. é uma fornecedora internacional de serviços de transporte marítimo, produção e armazenamento de petróleo, reboque de longas distâncias, instalação e manutenção offshore e serviços de segurança para a indústria petrolífera, focada principalmente nas atividades relacionadas à produção de petróleo dos seus clientes, operando nas regiões offshore do Mar do Norte, Brasil e Costa Leste do Canadá. A Teekay Offshore é estruturada como uma companhia aberta de responsabilidade limitada com ativos consolidados de aproximadamente US$ 5,7 bilhões, compostos por 64 ativos offshore, incluindo unidades FPSO, navios-petroleiros, unidades FSO, unidades de manutenção e segurança (UMS), reboques de longa distância, navios de instalação offshore e navios-tanque convencionais. A maior parte da frota da Teekay Offshore possui contratos estáveis de prazo médio. As ações da Teekay Offshore são negociadas na Bolsa de Valores de Nova York sob o símbolo “TOO”.

Sobre a Odebrecht Óleo e Gás

A Organização Odebrecht atua como prestadora de serviços para a indústria de petróleo brasileira desde 1953. Em 1979, começou a atuar em perfuração offshore, sendo a primeira empresa privada nacional a prestar este tipo de serviço no Brasil. Na década de 90, expandiu sua atuação para o exterior, incluindo o Mar do Norte, com foco na prestação de serviços e operação de FPSO. Em 2006, concentrou seus investimentos em petróleo e gás em uma nova empresa, a Odebrecht Óleo e Gás. De origem brasileira e com atuação no Brasil e no exterior, a Odebrecht Óleo e Gás é capaz de prover soluções integradas para a indústria de óleo e gás upstream tanto na fase de investimentos quanto nas operações, nos segmentos de Perfuração Offshore, Construção Submarina, Produção Offshore e Manutenção e Serviços Offshore. Tem na segurança de seus integrantes e de suas operações seu principal valor, além do uso de inovações tecnológicas, do compromisso com a preservação do meio ambiente e com sua excelência operacional. 

CDN Comunicação

Renata Piñeiro – 21-3626-3752

renata.pineiro@cdn.com.br  

Robson Sales – (21)-3626-3721

robson.sales@cdn.com.br